segunda-feira, 4 de julho de 2011

Comunhão Profana


Vejo-te bela entre brumas e fumaças

Deslizas pelo quarto parece ter asas

Cabelos negros, enovelados

Anjo nu sorri de olhinhos fechados

Abranda minha ferida, aninha-me ao peito

Amamenta minha fome



Meu hálito quente de desejo

Profana tua pele sagrada

Feridas se fecham, és anjo ou demônio?

Doçura e lascívia dançam no seu olhar

Teus lábios oram e beijam

Meus lábios pagãos

Meu céu é o teu abraço

Teus seios meu altar



Tua pele morena é o pão sagrado

Que nutre meu sonho

Minha boca trêmula busca o paraíso

No templo de seu corpo

Na comunhão de nossos desejos

A bênção do prazer



Noite profana, noite sagrada

Passa como cometa

Na madrugada todo desejo é sagrado

Teu corpo na cama repousa és santa

Ha pouco eras uma demente no cio

Dormes e és meu anjo

Vilmar Barros de Oliveira

14 comentários:

  1. Eitaaa que menino estava inspiradíssimo hein?!.. Bela poesia Vilmar!

    Beijocas super em seu coração..
    Verinha

    ResponderExcluir
  2. O que seria de mim sem este amor que me torna inteira? amo você para sempre anjo.

    ResponderExcluir
  3. Uma noite intensa,repleta de desejos e prazeres a se realizar.
    Poesia cheia de sensualidade!
    Belíssima.
    Obrigada pela visita,Vilmar.
    Volte quando puder ;)
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Boa noite Vilmar querido,

    Que linda sua poesia...
    Fiquei quase que sem ar...
    Linda e intensa...
    Maravilhosa!

    Beijos
    Ani

    ResponderExcluir
  5. uau, que anjo!

    profano, como o título.

    ResponderExcluir
  6. uauuuuuu que intensidade.

    beijos Vilmar, carinho no seu coração.

    ResponderExcluir
  7. Vilmar
    Inspiração de uma intensa sensualidade, e ainda por cima belíssima!Profanamente lindo o poema, amigo!Bom fim de semana!Bjkas com carinho!

    ResponderExcluir
  8. Belezura pura!!!!

    Mesmo, mesmo!

    bjs meus

    ResponderExcluir
  9. Amar é fazer de cada momento poesia e fazer da poesia uma forma de amar... quando se consegue transformar um momento de entrega em poesia é porque se ama...
    Espero que a mulher que te inspira reconheça o valor do que escreves...

    Se fosse eu me faria imensamente feliz!

    Beijos no coração!

    ResponderExcluir
  10. Oi
    Obrigada pela visita.
    Como está essa alma?
    Poesia recheiada de sensualidade...
    "teus seios, meu altar" Qualquer mulher se sente lisongeada.
    Beijo na alma
    Saudações Poéticas!

    ResponderExcluir
  11. Oi Vilmar,
    Que coisa mais linda hem?
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Olá sou Magno Oliveira responsável pelo Blog Folhetim Cultural, convido lhe hoje a conhecer o nosso blog, que tem além de notícias, tem também atrações culturais. Como poesia, contos, crônicas e muito mais...
    Conto com sua visita no nosso espaço.

    Blog: informativofolhetimcultural.blogpost.com
    E-mail: folhetimcultural@hotmail.com
    Twitter: @folhetimcultura e @oliveirasmagno

    ResponderExcluir
  13. Nossa homi passando pra deixar um beijo e desejar uma ótima semana nesse coração apaixonado rss.

    Meu carinho pra vc.

    ResponderExcluir